Como seu filho aprende? | | WOWL Education

Como seu filho aprende?

/, Todos os posts/Como seu filho aprende?

Alzira Willcox

 

Descobrir e compreender como seu filho aprende pode facilitar a aprendizagem e proporcionar uma experiência mais rica para todos. Lembremos que a escola tem os seus padrões, sua metodologia e nem sempre serve a todos os alunos. Crianças, pessoas em geral, são diferentes e têm diferentes formas de aprender e reter o que aprendem.
Cientes das diferenças, pesquisadores, especialistas em educação, agruparam as formas de aprender em três estilos básicos. Há os que são auditivos, há os visuais e os cinestésicos. Mas, calma, essa não é uma divisão pétrea, rígida. Estamos falando de facilitar o processo de aprendizagem. Porque, quando os pais sabem qual é o melhor caminho para seu filho aprender, eles podem ajudá-lo mais efetivamente. E podem descobrir também o seu próprio estilo de aprender. No entanto é importante lembrar que há um estilo de aprender dominante, mas que todos aprendem também com outros estilos – usamos um pouco dos outros estilos para aprender sobre o mundo em que vivemos.
Vamos apresentar as características dominantes de cada um.
Alunos auditivos ou aprendizes pela linguagem são aqueles que aprendem apenas ouvindo o que o outro tem a dizer e falando sobre o que aprenderam. Para esses, aulas puramente expositivas podem funcionar. Mas vejamos um pouco mais a respeito de como os auditivos retêm a aprendizagem.
• Repetem em voz alta as informações para guardá-las, memorizá-las.
• Precisam de explicações orais detalhadas.
• Não se ajustam perfeitamente bem às instruções escritas.
• Gostam de estudar em voz alta.
• Sentem-se bem nas discussões em grupo, mais do que quando estudam sozinhos.
Uma observação importante: o aluno auditivo, a pessoa auditiva pode parecer que não está prestando atenção ao que você está falando, mas o fato é que a sua habilidade auditiva é maior do que a visual. Certamente ele o está ouvindo.
Alunos visuais são os que, como o nome sugere, aprendem melhor, observando. Acredita-se que seja esse o estilo dominante e, por essa razão, as salas de aula são direcionadas ao aluno visual. Para a aprendizagem fazer sentido, eles têm que ver, visualizar e ilustrar os novos conhecimentos e conceitos. Mais um pouco sobre os visuais.
• Memorizam detalhes visuais.
• Preferem ver o que estão aprendendo.
• Gostam de ter lápis ou caneta e papel ao seu alcance.
• Às vezes ficam rabiscando, enquanto ouvem alguém.
• Preferem escrever instruções, anotá-las ou vê-las demonstradas.
Atenção: apenas explicar a esses alunos, oralmente, como fazer alguma coisa pode não fazer sentido, eles precisam ver demonstrado.
Alunos cinestésicos ou táteis. O que significa cinestésico? Cinestésico é o adjetivo relativo à cinestesia que é o conjunto de sensações através das quais se torna possível perceber os movimentos musculares, por meio de estímulos do próprio organismo.
Esses alunos, aprendizes, gostam de participar ativamente do processo de aprendizagem e aprendem melhor fazendo, usando as mãos, ativamente em movimento. Vejamos outras características do cinestésico.
• Quer sempre fazer, experimentar o que está sendo falado ou ensinado.
• Gosta de se movimentar, zanzar pelo ambiente, ouvindo ou falando.
• Frequentemente fala com suas mãos.
• Precisa tocar nas coisas para aprender sobre elas.
• Memoriza os eventos, apelando para quem o fez, quem os protagonizou, mais do que lembrar-se do que foi dito simplesmente; ou seja, os fatos vivenciados concretamente é que são retidos.
Muitas vezes o aluno cinestésico pode ser confundido com portador de TDAH ou ser rotulado de indisciplinado porque pertence à minoria e as aulas são planejadas para auditivos e visuais em sua grande maioria. Entre as novas tecnologias educacionais está a “cultura maker”, o movimento “maker” alia a tecnologia ao princípio do “faça você mesmo” que se baseia principalmente em projetos que tornam a aprendizagem mais significativa e contemplam todos os estilos, inclusive os cinestésicos.
Hoje também se fala em um quarto estilo – os alunos lógicos e analíticos. São interessados em explorar determinados assuntos e compreender como as coisas se relacionam. Mais características.
• Gostam de saber como as coisas funcionam.
• Desenvolvem o raciocínio lógico desde novos.
• São questionadores porque querem entender a relação entre as coisas.
• Revelam grande aptidão para resolver problemas matemáticos.
• Apreciam e dominam jogos de estratégia desde muito jovens.
Apresentamos uma lista que traz algumas características, mas nada é absoluto, como esclareci no início. Conhecer as características pode ajudar a reconhecer o estilo dominante no seu filho e fornecer dados que facilitem o processo de aprendizagem e a inserção nas novas propostas educacionais. Sem radicalismo ou modismo, podemos aproveitar as pesquisas que abrem mais possibilidades para entendermos o processo ensino-aprendizagem. É o nosso propósito.

 

2020-07-10T09:00:53-03:00