Empreendedorismo e educação | | WOWL Education

Empreendedorismo e educação

/, Todos os posts/Empreendedorismo e educação

Alzira Willcox

 

Logo que começou a novidade de se trabalhar empreendedorismo em educação, o foco era trabalhar conceitos diretamente ligados à educação financeira e ao campo empresarial. O maior objetivo era formar pequenos empreendedores que montariam empresas fictícias para viverem a realidade de serem futuros empresários.
Hoje a visão mudou bastante e se tornou bem mais abrangente. Empreendedorismo em educação é sobre inspirar, despertar o potencial empreendedor de jovens e até de crianças. As pessoas precisam desenvolver a mentalidade, habilidades e conhecimentos geradores de ideias criativas e mais, desenvolver o espírito empreendedor, a iniciativa capaz de transformar tais ideias em ação. É esse hoje o objetivo do empreendedorismo em educação.
Existe um número crescente de pessoas interessadas e envolvidas no projeto, que é global, de desenvolver experiência para trabalhar empreendedorismo em educação. O projeto é muito mais amplo do que se possa supor. Empreendedorismo em educação é hoje objeto de pesquisas, estudos e treinamento de pessoal. É reconhecidamente um campo crescente de interesse e estudo, tanto para a educação acadêmica quanto para treinamento específico de grupos. Há hoje um entendimento da importância de prover os indivíduos da mentalidade e habilidades que lhes darão suporte para participarem e se darem bem em um conjunto de atividades que envolvem empreendedorismo.
A proposta de empreendedorismo em educação vai além de preparar futuros empresários. A ideia é desenvolver o espírito empreendedor, dotar os indivíduos de um olhar crítico e criativo na solução de problemas, na busca de ideias inovadoras em qualquer campo da atividade humana. Mas é um campo novo e ainda com poucas adesões. No Brasil surgem propostas interessantes, ligadas também ao estudo de Inglês. É uma aposta voltada principalmente para grupos de alunos do Ensino Médio. Tais programas ainda são oferecidos como um acréscimo à grade curricular porque não fazem parte do currículo oficial por enquanto.
Algumas escolas já estão apostando nessa formação e oferecendo cursos que têm como objetivo a formação dos alunos nessa área. Uma aposta nas ideias criativas, na mentalidade empreendedora, importante em qualquer campo de formação e qualquer ocupação futura. Habilidades que porão o indivíduo em conexão com um mundo cada vez mais em transformação. Um mundo em movimento contínuo que não nos permite afirmar com segurança que profissão terá lugar no futuro, que formação será requerida aos jovens. Não se trata de uma nova proposta pedagógica destinada exclusivamente a preparar os alunos para criarem uma empresa. Trata-se de desenvolver o potencial dos alunos para serem empreendedores em qualquer atividade que escolherem: funcionários públicos, empregados do terceiro setor, de grandes empresas, pesquisadores, artistas, etc. E também, claro, para serem proprietários de uma empresa, se esta for a sua escolha. Cabe ao aluno, e somente a ele, fazer opções profissionais e decidir que tipo de empreendedor irá ser.
Então, oferecer aos alunos possibilidade de ampliar o seu universo de conhecimentos, ampliar o olhar, torná-lo mais abrangente e perscrutador é o objetivo do empreendedorismo em educação. A proposta, em resumo, é o aluno aprender a empreender a própria vida já que a carreira hoje está mais concentrada nas mãos de cada um. Nós construímos nossa carreira e precisamos ser gestores, empreendedores e marketeiros.
Quem sair na frente estará mais bem preparado para o século XXI, é fato. Sem ideias preconcebidas que se constituem em obstáculos para que se vá além…

 

2020-07-10T09:00:52-03:00